Foto
junho 6

Data Driven: como ela pode ajudar a estratégia de marketing

Data Driven é uma metodologia que adota o intenso uso de dados nas atividades de análise e decisão e pode ser aplicado a diversas áreas, como administração, marketing e risk management.
No marketing ela propicia caminhos mais precisos na escolha de público-alvo, segmentação de clientes, entendimento da jornada do consumidor e na seleção de campanhas, mensagens e veículos. A compreensão do comportamento global do consumidor possibilitada pela análise desses dados permite aos gestores a tomada das decisões mais adequadas, poupando tempo, esforço e dinheiro das empresas.
É por esse motivo que as empresas estão tão interessadas na Data Driven: a economia de tempo, dinheiro e esforços que seu uso permite.
Isso nos traz, inicialmente, o desafio de coletar dados de forma sistemática para posteriormente analisá-los e, neste ponto, já reside um dos principais obstáculos: capturar e gerenciar informações de diversas fontes e de forma confiável. 
O ambiente off-line de lojas físicas torna essa tarefa extremamente complexa, quer pela dificuldade da mensuração do resultado de cada ação individualmente como pela pouca cultura de coleta de dados das vendas feitas nessas lojas.
Já no ambiente online e nas lojas virtuais as coisas são bem mais fáceis: quase tudo pode ser medido e analisado, pois as informações são altamente disponíveis e isso faz desse ambiente o principal alvo das técnicas de Data Driven.
A coleta produz um grande volume de dados estruturados e não estruturados que são gerados a cada segundo (o chamado Big Data) e que, uma vez coletados, são analisados por profissionais especializados, como equipes de Business Intelligence ou Data Science e posteriormente usados para criar as ações e estratégias mais eficientes.
E quando os dados são por demais numerosos ou volumosos para serem analisados por pessoas? Ai entram as técnicas de machine learning e inteligência artificial, que descobrem padrões, regras e relações que somente o uso intensivo da computação pode encontrar.
Mas esse já é assunto para outro post!